IAT orienta produtores florestais sobre regularização junto ao sistema de registro
01/04/2022 - 12:23

O prazo para apresentar o Certificado do Registro atualizado ao instituto venceu nesta quinta-feira (31), mas o IAT vai aceitar o Boleto de Renovação e o Comprovante de Pagamento emitido pela instituição bancária.

 

O Instituto Água e Terra (IAT) emitiu um comunicado nesta sexta-feira (1º) sobre o Sistema Obrigatório Estadual de Reposição Florestal (SERFLOR). O prazo para apresentar o Certificado do Registro atualizado ao instituto venceu nesta quinta-feira (31), mas o IAT vai aceitar o Boleto de Renovação e o Comprovante de Pagamento emitido pela instituição bancária. A orientação é para guardar esses documentos.

O ajuste acontece porque uma falha no sistema impediu o acesso ao Certificado do Registro atualizado. Ele é exigido de pessoas físicas e jurídicas, especialmente produtores e empresas, que consomem ou comercializam matéria-prima, produto ou subproduto de origem florestal, conforme o Decreto Estadual nº 1940/1996.

IAT libera colheita do pinhão, mas com exigência de estar maduro para comercialização

O Paraná possui cerca de 10 milhões de registros no SERFLOR e que necessitam da emissão do certificado todos os anos para regularização no órgão ambiental.

Essa medida é importante para se ter um controle do consumo da matéria-prima florestal do Estado. O cadastro foi instituído no início da década de 1990, com a instauração do órgão ambiental.


Acompanhe o trabalho da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo também no Facebook Instagram :)

SERFLOR

   O Paraná possui cerca de 10 milhões de registros no SERFLOR e que necessitam da emissão do certificado todos os anos para regularização no órgão ambiental. Essa medida é importante para se ter um controle do consumo da matéria-prima florestal do Estado.