Dados geoespaciais de referência

Dados geoespaciais de referência são aqueles que proporcionam informações genéricas de uso não particularizado, elaborados como bases imprescindíveis para o referenciamento geográfico de informações sobre a superfície do território nacional.
Constituem os insumos básicos para o georreferenciamento e contextualização geográfica de todas as temáticas territoriais especificas. (INDE, 2010)
 

Divisão Político-Administrativa do Paraná - 1939
Figura Ilustrativa da Divisão Política Administrativa do Paraná do ano de 1938
Fonte: ITCG

Divisão Político-Administrativa do Paraná - 2007
Mapa da Divisão Política Administrativa do Paraná do ano de 2007
Fonte: ITCG
Formato: PDF e SHP
Sistema de Projeção UTM - Fuso 22 Sul

Divisão Político-Administrativa do Paraná - 2010
Divisão Político-Administrativa do Paraná do ano de 2010
Fonte: ITCG
Formato:PDF e  SHP
Sistema de Projeção UTM - Fuso 22 Sul

Divisão Político-Administrativa do Paraná - 2011
Representa as divisas municipais definidas pelo ITCG-ArquivoGráfico Municipal até junho 2011.
Propósito: Os dados têm o propósito de representar cartograficamente a interpretação das leis de criação dos municípios, representando as divisas interpretadas e acordadas até a data de junho de 2011. Assim como divulgar as áreas oficiais dos municípios paranaenses.

Divisão Político-Administrativa do Paraná - 2012
Arquivos vetoriais da Divisão Política Administrativa do Paraná do ano de 2012
Fonte: ITCG
Formato: SHP
Sistema de Projeção UTM - Fuso 22 Sul

Divisão Político-Administrativa do Paraná - 2013

Divisão Político-Administrativa do Paraná - 2014

Divisão Político-Administrativa do Paraná - 2015

Divisão Político-Administrativa do Paraná - 2016

Divisão Político-Administrativa do Paraná - 2017

Divisão Político-Administrativa do Paraná - 2018

Divisão Político-Administrativa do Paraná - 2019

 

Curvas de Nível do Estado do Paraná 1:250.000
Arquivo Vetorial - Formato Shapefile - das curvas de nível do Estado do Paraná. Material Vetorizado com base nas Cartas Topográficas na escala de 1:250.000 Fonte: IPARDES
Sistema de Projeção UTM - Fuso 22 Sul

 
Folhas Topográficas do Estado do Paraná 1:50.000 
Cartas Topográficas Rasterizadas, em formato TIF ou JPG e DWG, não georreferenciadas. As cartas estão organizadas por escala e Mapa Índice (MI), além da articulação do mapeamento sistemático, por escala, sobreposto com a divisão política do Estado. Ressalva-se que o acervo em formato digital das escalas 1:100.000 e 1:50.000 não encontram-se completos.

-

-

-

 
Folhas Topográficas do Estado do Paraná 1:100.000 
Cartas Topográficas Rasterizadas, em formato TIF ou JPG e DWG, não georreferenciadas. As cartas estão organizadas por escala e Mapa Índice (MI), além da articulação do mapeamento sistemático, por escala, sobreposto com a divisão política do Estado. Ressalva-se que o acervo em formato digital das escalas 1:100.000 e 1:50.000 não encontram-se completos.


Folhas Topográficas 1:25.000 - Litoral Paranaense
Cartas Topográficas Rasterizadas, em formato TIF ou JPG e DWG, não georreferenciadas. As cartas estão organizadas por escala e Mapa Índice (MI), além da articulação do mapeamento sistemático, por escala, sobreposto com a divisão política do Estado.

  • Ver em Mapeamento da Floresta Atlântica - Programa Pró-Atlântica

 

 

Rede Geodésica de Alta Precisão 

O Sistema Geodésico Brasileiro vem sendo executado, desde a década de 1940, com abrangência nacional e particular prestação de serviços à sociedade. A implantação e manutenção de uma rede geodésica são de extrema importância para o desenvolvimento de um município, estado ou país. Ela fornece uma estrutura posicional precisa capaz de apoiar inúmeras atividades que utilizam tais informações, como: 

  • Confecção de mapas e cartas;
  • Referências para obras de engenharia como construção e pavimentação de rodovias e estradas,  pontes, viadutos e túneis;
  • Demarcação de áreas indígenas e de proteção ambiental;
  • Regularização fundiária e divisão de loteamentos;
  • Transmissão de energia e abastecimento de água, etc. 


O Estado do Paraná conta com uma rede GPS (Global Positioning System) com 52 (cinquenta e dois) pontos de referência – os chamados marcos geodésicos – que detêm coordenadas como latitude, longitude e altitude utilizadas em atividades de georreferenciamento.

Além disso, visa estabelecer uma estrutura aos atuais padrões de precisão do Sistema Geodésico Brasileiro com a adoção de um sistema de referência geocêntrico, o SIRGAS 2000, dando suporte para que todos os trabalhos sejam referidos a esse sistema.

A densificação da Rede GPS do Estado do Paraná, realizada em 2007, teve como objetivo ampliar no Estado a já existente rede geodésica implantada em 1995, capaz de suportar boa parte dos trabalhos que necessitam de informação posicional de qualidade. 

Para verificação dos dados da Rede Geodésica de Alta Precisão do Paraná visualize em:

 

Ícone Aplicação Geo

 

 

 

 

 

Projeto Nomes Geográficos do Estado do Paraná - PNGPR
“Toponímia passo a passo”


O projeto tem o objetivo de estabelecer no Paraná uma base oficial de dados em nomes geográficos contemplando os aspectos:

  • geocartográfico: identificação do nome geográfico como código, nome geográfico oficial (e variantes), coordenadas geográficas, geometria e classificação do elemento cartográfico;
  • histórico-geográfico: histórico de pertinência territorial, alterações toponímicas e variantes históricas do nome geográfico;
  • linguístico: etimologia, ortografia, classificação gramatical, datação, referência bibliográfica dos nomes geográficos.

Os nomes geográficos, em conjunto com o posicionamento espacial, são requisitos fundamentais para a qualidade dos mapeamentos de referência e temáticos do Estado e do País.

Oficina de Sensibilização e Reunião de Articulação do Projeto
Documento Referencial Projeto Nomes Geográficos do Estado do Paraná
Termo de Cooperação entre ITCG e IBGE para o Projeto Piloto
Plano de Trabalho para o Projeto Piloto 

Resultados do Projeto Piloto: 

Relatório final
Parecer técnico sobre alteração de divisa municipal
Parecer técnico sobre alteração de nomes geográficos 


Mapas finais por quadrante 1:25.000

2840-4-NE_Palmeira_PNGPR
2840-4-NO  Palmeira_PNGPR
2840-4-SE_Palmeira_PNGPR
2840-4-SO_Palmeira_PNGPR


Formulários Finais:

Formulário quadrante 2840-4-NE_Palmeira_PNGPR

589196_2840-4-NE    589199_2840-4-NE    589202_2840-4-NE    589205_2840-4-NE
589208_2840-4-NE    592196_2840-4-NE    592199_2840-4-NE    592202_2840-4-NE
592205_2840-4-NE    592208_2840-4-NE    595196_2840-4-NE    595199_2840-4-NE
595202_2840-4-NE    595205_2840-4-NE    595208_2840-4-NE    598193_2840-4-NE
598196_2840-4-NE    598199_2840-4-NE    598202_2840-4-NE    598205_2840-4-NE 
598208_2840-4-NE

Formulário quadrante 2840-4-NO_Palmeira_PNGPR

574199_2840-4-NO    574202_2840-4-NO    574205_2840-4-NO    574208_2840-4-NO
577196_2840-4-NO    577199_2840-4-NO    577202_2840-4-NO    577205_2840-4-NO
577208_2840-4-NO    580196_2840-4-NO    580199_2840-4-NO    580202_2840-4-NO
580205_2840-4-NO    580208_2840-4-NO    583196_2840-4-NO    583199_2840-4-NO
583202_2840-4-NO    583205_2840-4-NO    583208_2840-4-NO    586196_2840-4-NO
586199_2840-4-NO    586202_2840-4-NO    586205_2840-4-NO    586208_2840-4-NO

Formulário quadrante 2840-4-SE_Palmeira_PNGPR 

589181_2840-4-SE    589184_2840-4-SE    589187_2840-4-SE    589190_2840-4-SE
589193_2840-4-SE    592181_2840-4-SE    592184_2840-4-SE    592187_2840-4-SE 
592190_2840-4-SE    592193_2840-4-SE    595181_2840-4-SE    595184_2840-4-SE 
595187_2840-4-SE    595190_2840-4-SE    595193_2840-4-SE    598181_2840-4-SE 
598184_2840-4-SE    598187_2840-4-SE    598190_2840-4-SE    598193_2840-4-SE

Formulário quadrante 2840-4-SO_Palmeira_PNGPR

574181_2840-4-SO    574184_2840-4-SO    574187_2840-4-SO    574190_2840-4-SO
577181_2840-4-SO
    577184_2840-4-SO    577187_2840-4-SO    577190_2840-4-SO 
577193_2840-4-SO    580181_2840-4-SO    580184_2840-4-SO    580187_2840-4-SO 
580190_2840-4-SO    580193_2840-4-SO    583184_2840-4-SO    583187_2840-4-SO 
583190_2840-4-SO    583193_2840-4-SO    586181_2840-4-SO    586184_2840-4-SO 
586187_2840-4-SO    586190_2840-4-SO    586193_2840-4-SO 


Convênio de Cooperação Técnica entre o Estado do Paraná, por meio do ITC e da SEPL e o IBGE para o Projeto Global 

Plano de trabalho para o projeto Global

Links:
Nomes Geográficos do Brasil - IBGE
Comitê de Nomes Geográficos vinculado à CONCAR
Grupo de Peritos das Nações Unidas em Nomes Geográficos
Instituto Panamericano de Geografia e História – IPGH

 

 

 Imageamento e Ortofoto

Cobertura Aérea da faixa litorânea do Paraná, compreendendo a região dos municípios de  Antonina, Guaratuba, Matinhos, Morretes e Paranaguá. 
Informações Técnicas:

  • Data do vôo: Abril de 2003
  • Escala nominal: 1:25.000
  • Números de Faixas de vôo: 09
  • Formato das Fotografias: JPEG

Fotoíndice

 

Faixa 1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Faixa 5

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Faixa 6

 

 

 

 

Faixa 7

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Faixa 8

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A área de abrangência deste mapeamento corresponde à de ocorrência fitogeográfica da Floresta Ombrófila Densa e de seus ecossistemas associados ao Estado do Paraná, contemplando mais especificamente a Serra do Mar, toda a planície litorânea (incluindo as ilhas interiores) e parte do Vale do Rio Ribeira, totalizando 11.100 Km² e abrangendo 15 municípios, na escala de 1:50.000.

Descrição do Programa : A área de abrangência deste mapeamento corresponde a ocorrência fitogeográfica da Floresta Ombrófila Densa e de seus ecossistemas associados no Estado do Paraná, contemplando mais especificamente a Serra do Mar, toda a planície litorânea (incluindo as ilhas interiores) e parte do Vale do Rio Ribeira, totalizando 11.100 Km² e abrangendo 15 municípios.
A importância deste trabalho também reside no fato de ser o primeiro mapeamento de vegetação a ser realizado no país, em escala 1:50.000, de acordo com a metodologia do IBGE. Com relação a esta escala também são os primeiros, depois dos trabalhos de Reinhard Maack, a serem produzidos no Estado do Paraná.
O Programa Proteção da Floresta Atlântica - Paraná (PRÓ-ATLÂNTICA) é fruto da cooperação financeira entre o Governo do Estado do Paraná e o Governo Federal da Alemanha. O contrato de contribuição financeira entre a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos  - SEMA e o banco alemão de desenvolvimento Kreditanstalt für Wiederaufbau - KFW foi assinado em junho de 1997.
O Pró-Atlântica tem como metas principais a minimização da degradação da Floresta Atlântica Paranaense por intermédio da implantação de sistemas e processos que possibilitem a conservação da biodiversidade nela contida.

Material Cartográfico
Os dados espaciais disponibilizados são: ortofotos  (formato JPG, monocromáticas) e dados planialtimétrico (formato DXF), discriminados por Mapa Indíce (MI).
Informações Técnicas:
Sistema de Projeção UTM
Sistema de Referência SAD-69
Meridiano Central 51º W - Fuso 22

 

Mapas 
Coletânea de mapas elaborados a partir do Mapeamento Sistemático do Litoral Paranaense, Programa Pró-Atlântica

Unidades de Conservação

Uso e Ocupação do Solo - Período de 1986-1999
Mapas de uso e ocupação do solo, correspondente ao período temporal 1986-1999, disponiblizados por Município e Litoral Paranaense, em formato PDF.

Cartas de Vegetação
Material cartográfico disponibilizado na escala de 1:50.000, em formato PDF, referente a classificação da vegetação.

Cartas Topográficas - 1:25.000
Material cartográfico disponibilizados na escala de 1:25.000, em formato PDF e TIF, por Mapa Índice (MI).