Programa Paraná Mais Verde

O programa de educação ambiental “Paraná Mais Verde” foi lançado pela Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (SEDEST) no dia 23 de setembro de 2019 (dia da árvore) e contou com atividades nas 2.146 escolas da rede pública estadual. Na ocasião, foram plantadas 413 mil mudas de espécies florestais nativas. O foco do Paraná Mais Verde é despertar a consciência ambiental, sendo uma demonstração de aliar desenvolvimento ambiental, econômico e social.

A Gerência de Restauração Ambiental é responsável pelo desenvolvimento de três linhas do Programa Paraná Mais Verde, sendo elas:

1) Viveiros Socioambientais

Com intuito de aumentar o número de mudas disponíveis para a restauração florestal e disponibilizar mudas para projetos de educação e sensibilização ambiental do estado, a SEDEST e o Instituto Água e Terra visam implantar, em parceria com a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária (SESP) e a Federação da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais do Estado do Paraná, viveiros socioambientais em unidades penitenciárias e unidades das APAEs. Além da disponibilização de mudas para propriedades rurais no entorno das penitenciárias e de aumentar a produção do estado, os viveiros socioambientais buscam promover a capacitação profissional e inserção social dos apenados e promover atividades de educação ambiental, capacitação profissional e inclusão social aos portadores de necessidades especiais.

2) Incentivo a Espécies Ameaçadas de Extinção

No Bioma Mata Atlântica, predominante no estado, existem 276 espécies vegetais na lista oficial de espécies ameaçadas, entre elas o palmito-juçara (Euterpe edulis), a araucária (Araucaria angustifolia) e várias orquídeas e bromélias. Assim, outra linha de ação do programa é o incentivo às espécies ameaçadas de extinção como estratégia para o fomento da conservação da biodiversidade. Nesse sentido, o objetivo é promover a conservação da biodiversidade e restauração ecológica ao incentivar a restauração do bioma Mata Atlântica utilizando espécies da flora ameaçadas de extinção.

3) Datas comemorativas

As datas comemorativas a respeito do meio ambiente devem ser anualmente celebradas, para que seja constantemente lembrada a importância dos recursos ambientais. Nesse sentido, o Programa Paraná Mais Verde, por meio do evento público de disponibilização e plantio de mudas de espécies nativas, divulga a necessidade de conservação da natureza. O intuito é realizar uma divulgação das espécies nativas do Paraná, destacando as espécies ameaçadas, para que a população tenha conhecimento a respeitos das espécies vegetais paranaenses. Assim, as principais datas celebradas são o Dia da Água (22/03), Dia do Meio Ambiente (05/06), Dia da Árvore (21/09) e Dia do Rio (24/11).

 

(Não temos datas previstas no momento)