Mapas e Dados Espaciais

Disponibilizamos nesta página dados geoespaciais de referência e temáticos gerados pelo IAT ou seus antecessores e que estão aos cuidados do Núcleo de Inteligência Geográfica e da Informação.

As informações estão disponibilizadas nos formatos:

  • SHP (shapefile, produtos ESRI)
  • DXF (Drawing eXchange Format, formato de exportação de arquivos)
  • PDF (Adobe Acrobat) 
  • JPG (imagem)
  • xlxs (planilha em formato excell)

OBS: Para visualização dos arquivos no formato SHP se faz necessária à utilização de softwares especializados. 

 

Disponíveis para download via FTP

  • Para uso em outras aplicações de ftp, como por exemplo o WinSCP:
     - Protocolo: FTP  (porta21)
     - Endereço/Nome: 200.189.114.112
     - Usuário: geo_iat
     - Senha: geo_iat

 

Dados de Outorgas do Estado do Paraná

Arquivos em formato .csv contendo os dados das outorgas emitidas pelo estado do Paraná, vigente ou vencidas. A data de atualização dos dados consta no nome dos arquivos, no formato ano/mes/dia (YYYYMMDD). 

OBS: Latitudes e longitudes com coordenadas em graus decimais, DATUM SIRGAS-2000.

 

Mapeamentos de abrangência do Estado do Paraná

 
Bacias Hidrográficas do Paraná

A delimitação das 16 grandes bacias hidrográficas do estado do Paraná foi elaborada em 2007, com base nas cartas do DSG/IBGE nas escalas 1:50.000 e 1:100.000.

Para baixar os arquivos:

Conceder créditos a SUDERHSA em todo trabalho que utilizar o(s) produto(s) ora fornecidos citando a fonte: SUDERHSA, 2007.

 
Unidades Hidrográficas do Paraná

A divisão das 12 Unidades Hidrográficas do estado do Paraná está descrita na Resolução nº. 49 do Conselho Estadual de Recursos Hídricos - CERH/PR, de 20 de dezembro de 2006. Onde em seu Parágrafo único. “Define-se Unidade Hidrográfica para fins desta Resolução a área cuja abrangência pode ser a bacia hidrográfica na sua totalidade, conjunto de bacias hidrográficas ou parte de bacias hidrográficas.” 

As Unidades Hidrográficas são:

  1. Unidade Hidrográfica Litorânea.
  2. Unidade Hidrográfica do Alto Iguaçu, Afluentes do Rio Negro e Afluentes do Rio Ribeira.
  3. Unidade Hidrográfica do Itararé, Cinzas, Paranapanema 1 e Paranapanema 2
  4. Unidade Hidrográfica do Alto Tibagi.
  5. Unidade Hidrográfica do Baixo Tibagi.
  6. Unidade Hidrográfica do Pirapó, do Paranapanema 3 e do Paranapanema 4.
  7. Unidade Hidrográfica do Alto Ivaí.
  8. Unidade Hidrográfica do Baixo Ivaí e do Paraná 1.
  9. Unidade Hidrográfica do Piquiri e do Paraná 2.
  10. Unidade Hidrográfica do Paraná 3.
  11. Unidade Hidrográfica dos Afluentes do Médio Iguaçu.
  12. Unidade Hidrográfica dos Afluentes do Baixo Iguaçu. 

Para baixar os arquivos:


Conceder créditos a SUDERHSA em todo trabalho que utilizar o(s) produto(s) ora fornecidos citando a fonte: SUDERHSA, 2006.

 
Unidades Aquíferas do Paraná

Em 1998, foi lançado o Atlas de Recursos Hídricos do Estado do Paraná, com 26 mapas temáticos nos quais demonstravam a disponibilidade hídrica superficial e subterrânea e os principais usos dos recursos hídricos nas bacias hidrográficas paranaenses. As Unidades Aquíferas aqui disponibilizadas fazem parte do conjunto dos 26 mapas que compõem o referido Atlas.

Aquíferos são extratos ou formações geológicas constituídas de material permeável que permitem armazenar e transmitir quantidades significativas de água. Na natureza existem, principalmente, dois tipos de Aquíferos: aquífero livre (freático ou não confinado) e aquífero confinado (ou artesiano). O Paraná é constituído por rochas do embasamento cristalino e por rochas sedimentares constituídas pela Bacia do Paraná, Bacias Terciárias, zonas restritas de depósitos sedimentares litorâneos e de aluvionares próximos aos vales de grandes rios. Estas rochas formam os Aquíferos de interesse regional, que constituem os grandes reservatórios naturais de águas subterrâneas.

Para baixar os arquivos:

Conceder créditos a SUDERHSA em todo trabalho que utilizar o(s) produto(s) ora fornecidos citando a fonte: SUDERHSA, 1998.

 
Comitês de Bacias Hidrográfica

Criação através da Lei nº 12.726 de 26 de novembro de 1999 e decreto de regulamentação, Decreto nº 2.315 de 17 de julho de 2000.

Os Comitês de Bacia Hidrográfica são o fórum de decisão das ações a serem implementadas na sua área de abrangência, tendo por principais atribuições:
  • Aprovar o Plano de Bacia em sua área de atuação;
  • Propor critérios e normas gerais para outorga de direito de uso dos recursos hídricos;
  • Aprovar proposição de mecanismos de cobrança pelo direito de uso dos recursos hídricos e dos valores a serem cobrados e
  • Estabelecer critérios e promover o rateio das obras de uso múltiplo de interesse comum ou coletivo.
Para baixar os mapas:

Conceder créditos a SUDERHSA em todo trabalho que utilizar o(s) produto(s) ora fornecidos citando a fonte: SUDERHSA, 2008.

 

Outros mapeamentos disponibilizados via FTP

  • Base Hidrográfica 1:50.000
  • Rede Ottocodificada 1:50.000 
  • Carta das Águas Subterrâneas do Estado do Paraná
  • Pacote de dados da Bacia do Alto Iguaçu
  • Pacote dos arquivos das Outorgas Emitidas

 

Mapeamentos de abrangência da bacia do Alto Iguaçu

A sub-bacia do Alto Iguaçu, com uma área de aproximadamente 3.000 km2, é composta pelas bacias hidrográficas dos rios formadores do Iguaçu na Região Metropolitana de Curitiba. Esta região engloba total ou parcialmente os seguintes municípios: Curitiba, Colombo, Campina Grande do Sul, Quatro Barras, Piraquara, Pinhais, São José dos Pinhais, Fazenda Rio Grande, Mandirituba, Araucária, Contenda, Balsa Nova, Campo Largo, Campo Magro e Almirante Tamandaré.
 

 
Fotografias Aéreas bacia do Alto Iguaçu (1:30.000)

Sob autorização do Ministério da Defesa de nº. 046/00 (23/05/2000), foi executada a cobertura aerofotogramétrica colorida na escala 1:30.000 da bacia do Alto Iguaçu; este levantamento cobriu uma área de 3.130,22 km². A cobertura aerofotogramétrica foi executada no sentido Leste-Oeste, no mês de junho (2000), com auxílio de receptor GPS, onde foram inseridas as coordenadas de início e final de cada uma das 15 faixas do levantamento; 352 fotos formam a coleção da área de abrangência da referida bacia.

As fotografias estão em formato: jpg, com resolução ótica: 300 dpi e resolução espacial: 2.54 metros. As fotografias não estão georreferenciadas.

OBS: para fazer o download do arquivo que contém a fotografia aérea clicar no código da mesma na tabela após localizá-las nos mapas com articulação das fotos, a seguir.

 

01/0001 04/0019 06/0018 08/0002 09/0020 11/0004 13/0001
01/0002 04/0020 06/0019 08/0003 09/0021 11/0005 13/0002
01/0003 05/0001 06/0020 08/0004 09/0022 11/0006 13/0003
01/0004 05/0002 06/0021 08/0005 09/0023 11/0007 13/0004
01/0005 05/0003 06/0022 08/0006 09/0024 11/0008 13/0005
01/0006 05/0004 06/0023 08/0007 09/0025 11/0009 13/0006
01/0007 05/0005 06/0024 08/0009 09/0026 11/0010 13/0007
02/0001 05/0006 06/0025 08/0011 09/0027 11/0011 13/0008
02/0002 05/0007 06/0026 08/0013 09/0028 11/0012 13/0009
02/0003 05/0008 06/0027 08/0015 09/0029 11/0013 13/0010
02/0004 05/0009 06/0028 08/0017 09/0030 11/0014 13/0011
02/0005 05/0010 06/0029 08/0019 09/0031 11/0015 13/0012
02/0006 05/0011 06/0030 08/0021 09/0032 11/0016 13/0013
02/0007 05/0012 06/0031 08/0023 09/0033 11/0017 13/0014
02/0008 05/0013 06/0032 08/0025 09/0034 11/0018 13/0015
02/0009 05/0014 07/0001 08/0026 09/0035 11/0019 13/0016
02/0010 05/0015 07/0002 08/0027 10/0001 11/0020 13/0017
02/0011 05/0016 07/0003 08/0028 10/0002 11/0021 13/0018
03/0001 05/0017 07/0004 08/0029 10/0003 11/0022 13/0019
03/0002 05/0018 07/0005 08/0030 10/0004 11/0023 13/0020
03/0003 05/0019 07/0006 08/0031 10/0005 11/0024 13/0021
03/0004 05/0020 07/0007 08/0032 10/0006 11/0025 13/0022
03/0005 05/0021 07/0008 08/0033 10/0007 11/0026 13/0023
03/0006 05/0022 07/0009 08/0034 10/0008 11/0027 14/0001
03/0007 05/0023 07/0010 08/0035 10/0009 11/0028 14/0002
03/0008 05/0024 07/0011 08A/039 10/0010 12/0001 14/0003
03/0009 05/0025 07/0012 08A/040 10/0011 12/0002 14/0004
03/0010 05/0026 07/0013 08A/041 10/0012 12/0003 14/0005
03/0011 05/0027 07/0014 08A/042 10/0013 12/0004 14/0006
03/0012 05/0028 07/0015 08A/043 10/0014 12/0005 14/0007
03/0013 05/0029 07/0016 08A/044 10/0015 12/0006 14/0008
03/0014 05/0030 07/0017 08A/045 10/0016 12/0007 14/0009
03/0015 05/0031 07/0018 09/0001 10/0017 12/0008 14/0010
04/0001 05/0032 07/0019 09/0002 10/0018 12/0009 14/0011
04/0002 06/0001 07/0020 09/0003 10/0019 12/0010 15/0001
04/0003 06/0002 07/0021 09/0004 10/0020 12/0011 15/0002
04/0004 06/0003 07/0022 09/0005 10/0021 12/0012 15/0003
04/0005 06/0004 07/0023 09/0006 10/0022 12/0013 15/0004
04/0006 06/0005 07/0024 09/0007 10/0023 12/0014 15/0005
04/0007 06/0006 07/0025 09/0008 10/0024 12/0015 15/0006
04/0008 06/0007 07/0026 09/0009 10/0025 12/0016 15/0007
04/0009 06/0008 07/0027 09/0010 10/0026 12/0017 15/0008
04/0010 06/0009 07/0028 09/0011 10/0027 12/0018 04/0016
04/0011 06/0010 07/0029 09/0012 10/0028 12/0019 04/0017
04/0012 06/0011 07/0030 09/0013 10/0029 12/0020 04/0018
04/0013 06/0012 07/0031 09/0014 10/0030 12/0021  
04/0014 06/0013 07/0032 09/0015 10/0031 12/0022  
04/0015 06/0014 07/0033 09/0016 10/0032 12/0023  

 

 
Ortofotos/Cartas bacia do Alto Iguaçu (1:10.000)

Para geração das ortofotos foram utilizados 327 modelos, o modelo digital do terreno definido pela base cartográfica em escala 1:10.000, nas informações constantes nos mapeamentos urbanos na escala 1:2.000 (PARANACIDADE e IPPUC) e nas imagens escanerizadas (obtidas através da escanerização do filme aéreo, com resolução de 28 micras, em escaner de alta resolução).

A base cartográfica da bacia do Alto Iguaçu gerada para o SIG para gestão de recursos hídricos (Cartas DXF) é composta de temas gerados a partir da restituição aerofotogramétrica, complementados nas áreas urbanas com dados existentes dos órgãos PARANACIDADE e IPPUC, os quais não serão fornecidos neste site e sim somente a base gerada pela SUDERHSA.

Os arquivos estão na projeção UTM, datum SAD-69.

OBS: para fazer o download do arquivo que contém a ortofoto/carta clicar no código da mesma na tabela após localizá-las nos mapas com articulação das ortofotos/cartas DXF, a seguir.

Visualizar articulação das ortofotos/cartas por município
Visualizar ariticulação das ortofotos/cartas por sub-bacia

C33SED C62NEE D13NEE D14NOB D41NEB D41SOE D42SOC
C33SEF C62NEF D13NEF D14NOC D41NEC D41SOF D42SOD
C34NOE C62NOA D13NOD D14NOD D41NED D42NEA D42SOE
C34SEA C62NOB D13NOE D14NOE D41NEE D42NEB D42SOF
C34SEB C62NOC D13NOF D14NOF D41NEF D42NEC D43NEA
C34SEC C62NOD D13SEA D14SEA D41NOA D42NED D43NEB
C34SED C62NOE D13SEB D14SEB D41NOB D42NEE D43NEC
C34SEE C62NOF D13SEC D14SEC D41NOC D42NEF D43NED
C34SEF C62SEA D13SED D14SED D41NOD D42NOA D43NOB
C34SOA C62SEB D13SEE D14SEE D41NOE D42NOB D44NOA
C34SOC C62SEC D13SEF D14SEF D41NOF D42NOC D44NOC
C34SOD C62SED D13SOA D14SOA D41SEA D42NOD D51NOA
C34SOE C62SEE D13SOB D14SOB D41SEB D42NOE D51NOC
C34SOF C62SEF D13SOC D14SOC D41SEC D42NOF D51NOE
C61NEB C62SOB D13SOD D14SOD D41SED D42SEA D51SOA
C61NED D11SEE D13SOE D14SOE D41SEE D42SEB  
C61NEF D11SEF D13SOF D14SOF D41SEF D42SEC  
C62NEA D13NEA D14NEC D23SOA D41SOA D42SED  
C62NEB D13NEB D14NEE D23SOC D41SOB D42SEE  
C62NEC D13NEC D14NEF D23SOE D41SOC D42SOA  
C62NED D13NED D14NOA D41NEA D41SOD D42SOB  

Conceder créditos a SUDERHSA em todo trabalho que utilizar o(s) produto(s) ora fornecidos citando a fonte: SUDERHSA, 2000.

 
Sub-bacias Alto Iguaçu (1:10.000)

A bacia do Alto Iguaçu está compreendida entre a Serra do Mar e a Escarpa Devoniana, apresentando diferentes regiões morfológicas. Foram delimitadas 30 sub-bacias a partir dos principais afluentes do alto rio Iguaçu, na escala 1:10.000, os quais são (esta delimitação foi gerada automaticamente, processo que pode conter erros de limites):

1. Rio Padilha
2. Rio Alto Boqueirão
3. Rio Ressaca
4. Rio Avariú
5. Rio Mascate
6. Ribeirão da Divisa
7. Rio Barigui
8. Rio Palmital
9. Rio Atuba
10. Rio Passauna
11. Rio Irai
12. Rio Belém
13. Rio Verde
14. Rio Itaqui (São José dos Pinhais)
15. Rio do Meio
16. Rio Iraizinho
17. Rio Piraquara
18. Rio Itaqui (Campo Largo)
19. Rio Pequeno
20. Rio Miringuava
21. Rio Miringuava-Mirim (afluente do rio Miringuava)
22. Rio Guajuvira
23. Rio Izabel Alves
24. Rio Turvo
25. Rio Cotia
26. Rio Piunduva
27. Rio do Despique
28. Rio Faxinal
29. Rio Mauricio
30. Área de contribuição direta do Iguaçu

 Download do arquivo: Sub_Bacias_Alto Iguaçu.zip (shapefile)

Mapa das Sub-Bacias do Alto Iguaçu

 

mapa das Sub-Bacias do Alto Iguaçu

 

 

Conceder créditos a SUDERHSA em todo trabalho que utilizar o(s) produto(s) ora fornecidos citando a fonte: SUDERHSA, 2000.

 
Hidrografia bacia do Alto Iguaçu (1:10.000)

A hidrografia da bacia do Alto Iguaçu foi gerada a partir da restituição aerofotogramétrica nas áreas rurais (1:10.000) e a partir de dados de projetos existentes (PARANACIDADE e IPPUC) nas áreas urbanas (1:2.000).

  Hidrografia_Alto_Iguacu.zip (shapefile)

Conceder créditos a SUDERHSA em todo trabalho que utilizar o(s) produto(s) ora fornecidos citando a fonte: SUDERHSA, 2000.

Conceder créditos ao IPPUC e PARANACIDADE em todo trabalho que utilizar o(s) produto(s) ora fornecidos.

 
Altimetria bacia do Alto Iguaçu (1:10.000)

A altimetria da bacia do Alto Iguaçu foi gerada a partir da restituição aerofotogramétrica nas áreas rurais (1:10.000) e a partir de dados de projetos existentes (PARANACIDADE e IPPUC) nas áreas urbanas (1:2.000).

Os arquivos para download estão divididos em curvas de nível com cotas até 1000m, curvas de nível com cotas acima de 1000m e pontos cotados.

Para baixar os arquivos:

Conceder créditos a SUDERHSA em todo trabalho que utilizar o(s) produto(s) ora fornecidos citando a fonte: SUDERHSA, 2000.
Conceder créditos ao IPPUC e PARANACIDADE em todo trabalho que utilizar o(s) produto(s) ora fornecidos.

 
Uso do solo bacia do Alto Iguaçu (1:20.000)

O uso do solo foi gerado a partir de técnicas de sensoriamento remoto e interpretação das fotografias aéreas digitais ortorretificadas (ortofotos) de junho de 2000. O mapeamento do uso do solo designa qualquer forma de uso e ocupação do solo, tanto pela cobertura vegetal natural, quanto pelas diversas atividades humanas como áreas urbanas, atividades agropecuárias, mineradoras, industriais e extrativistas, etc. A partir da análise das ortofotos e da escala (1:20.000) utilizada para a interpretação, foi definida a legenda do mapeamento.

Foram mapeadas 22 classes de uso do solo, a saber:

1. Afloramento rochoso
2. Água
3. Área alagada
4. Área industrial
5. Área urbana alta (densidade)
6. Área urbana baixa (densidade)
7. Área urbana média (densidade)
8. Armazéns / silos
9. Aterro sanitário / industrial
10. Campo
11. Cultura permanente
12. Cultura temporária
13. Granja
14. Lixão
15. Loteamentos
16. Mineração / areia
17. Mineração / outros
18. Solo exposto
19. Vegetação arbórea natural
20. Vegetação arbórea plantada
21. Vegetação arbustiva natural
22. Vila

Baixar o arquivo: Uso_Solo_Alto_Iguacu.zip (shapefile)

Conceder créditos a SUDERHSA em todo trabalho que utilizar o(s) produto(s) ora fornecidos citando a fonte: SUDERHSA, 2000.

 
Geologia bacia do Alto Iguaçu (1:20.000)

A geologia foi gerada, na escala 1:20.000, a partir de duas fontes de dados: MINEROPAR e levantamento da área da bacia do Alto Iguaçu realizado pela SUDERHSA quando do desenvolvimento do SIG para gestão de recursos hídricos.

As unidades geológicas mapeadas dizem respeito a: Aluviões Atuais, Formação Guabirotuba, Intrusivas Básicas, Formação Furnas, Formação Camarinha, Formação Capiru e os Complexos Granito-Gnáissico e Gnáissico-Migmatítico.

Baixar o arquivo: Geologia_Alto_Iguacu.zip (shapefile)

Conceder créditos a SUDERHSA em todo trabalho que utilizar o(s) produto(s) ora fornecidos citando a fonte: SUDERHSA, 2000.

 
Geotecnia bacia do Alto Iguaçu (1:20.000)

Este mapeamento visa fornecer informações sobre o meio físico, para que possa auxiliar no planejamento do espaço territorial, permitindo identificar as áreas mais favoráveis à ocupação e os riscos geológicos associados aos tipos de terreno. A geotecnia se deu através dos cruzamentos da geologia, solos e declividade na escala 1:20.000. Com o resultado do cruzamento, a bacia do Alto Iguaçu foi subdividida em unidades de terreno, que apresentam características geotécnicas bastante uniformes, permitindo auxilio no planejamento das formas de ocupação do solo, uma vez que reúnem um grupo de atributos de grande importância na caracterização do meio físico.

Classes de unidades de terreno:

- A - planícies de terrenos aluvionares, solos hidromórficos.
- T - terraços aluvionares, solos hidromórficos.
- GD – Formação Guabirotuba, solos residuais e transportados (colúvio).
- DB – Diques de diabásio, solos residuais e transportados sobre rochas básicas.
- FF – Formação Furnas, solos residuais.
- SC – Formação Camarinha, solos residuais e transportados.
- DT – Formação Capiru, rochas metacarbonáticas, solos residuais e transportados.
- MP – Formação Capiru, metapelitos, solos residuais e transportados.
- QZ – Formação Capiru, Complexos Granito-Gnáissico e Gnáissico-Migmatítico,
- solos residuais sobre rochas quartzíticas.
- CR – Complexo Gnáissico-Migmatítico, solos residuais e transportados.
- GMA - Complexo Granito-Gnáissico, solos residuais e transportados.

Baixar o arquivo: Geotecnia_Alto_Iguacu.zip (shapefile)

Conceder créditos a SUDERHSA em todo trabalho que utilizar o(s) produto(s) ora fornecidos citando a fonte: SUDERHSA, 2000.

 
Modelo Digital de Elevação (DEM) bacia do Alto Iguaçu

A sub-bacia do Alto Iguaçu, com uma área de aproximadamente 3.000 km2, é composta pelas bacias hidrográficas dos rios formadores do Iguaçu na Região Metropolitana de Curitiba. Esta região engloba total ou parcialmente os seguintes municípios: Curitiba, Colombo, Campina Grande do Sul, Quatro Barras, Piraquara, Pinhais, São José dos Pinhais, Fazenda Rio Grande, Mandirituba, Araucária, Contenda, Balsa Nova, Campo Largo, Campo Magro e Almirante Tamandaré. Para saber mais sobre o mapeamento da bacia do Alto Iguaçu acesse a página "Sistema de Informações Geográficas para Gestão de Recursos Hídricos"

 

 

OBS: Os arquivos no formato shapefile (SHP), ortofotos/cartas (JPG e DXF) e DEM estão compactados (.zip) para facilitar o download, pois são compostos por mais de um arquivo.